11/08/2022 12:51:53

Acidente
10/06/2022 12:00:00

Maio tem melhor resultado de 2022 para mercado automotivo

Produção do setor cresceu 10,7% e vendas, 27%; empresários esperam crescimento ainda maior no restante do ano


Maio tem melhor resultado de 2022 para mercado automotivo

mercado automotivo registrou o seu melhor mês de 2022 em maio em relação à produção e também às vendas. A produção cresceu 10,7% e as vendas, 27%. Foram produzidas 206 mil unidades e vendidos 187 mil veículos no mercado interno brasileiro, entre carros comerciais leves, caminhões e ônibus. O setor ainda enfrenta um problema na montagem dos veículos em razão do desabastecimento de peças e semicondutores. Além disso, desde 2021, o Banco Central promoveu a elevação da taxa de juros para conter a inflação, o que reflete nos financiamentos dos consumidores. O início de 2022 foi fraco em relação às vendas do setor em comparação com 2021. No acumulado deste ano,  888 mil veículos foram produzidos, uma queda de 9,5% em relação à produção do ano passado. Já em relação às vendas, de janeiro até maio de 2022 na comparação com o mesmo período de 2021, houve um recuo de 17%. O setor avalia que poderá crescer mais neste ano.

O presidente Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Márcio Lima, avalia se, nesse momento, a demanda poderia ser maior ou se fatores econômicos fazem econômicos fazem com que haja a perda confiança do consumidor. “Até agora, a demanda vem retratando a realidade que a gente vinha observando nos últimos meses, e nós temos um atendimento dessa demanda reprimida dos pedidos em carteira, mas, igualmente, a formação de novos pedidos. Com a alta na taxa de juros, a gente tem observado com bastante atenção e um olhar com lupa para ver como isso vai se refletir nos próximos meses. Mas, até agora, nós temos uma demanda nova também, que tem mantido uma boa perspectiva para os próximos meses”, comenta Lima.

jp



Enquete
Classifique de 0 a 05 a nota que você dá ao trabalho SAAE de União dos Palmares
Total de votos: 5
Google News