11/08/2022 10:54:09

Alagoas
27/05/2022 01:00:00

Deslizamento de barreiras, transbordamento de rios e alagamentos são registrados em Alagoas

Alguns municípios decretaram situação de calamidade por conta dos estragos deixados pelas chuvas


Deslizamento de barreiras, transbordamento de rios e alagamentos são registrados em Alagoas

As fortes chuvas registradas desde a noite desta terça-feira (24) deixaram um rastro de destruíção e causaram diversos transtornos aos municípios alagoanos.

Na Capital Maceió foram registrados deslizamentos em pontos de grande circulação, como na Avenida Leste-Oeste, que precisou ser interditada no sentido Mangabeiras.

Parte de barreira cai e interdita um sentido da Av. Leste Oeste

Também houve deslizamento na Rua do Sol, no Centro de Maceió; na Av. Pierre Chalita, no São Jorge e no Flexal de Cima, em Bebedouro. A via principal do Ouro Preto, a Rua São Francisco, foi totalmante interditada e até linhas de ônibus que passavam pelo local teve a rota alterada.

Além disso, a queda de uma barreira de contenção de um edifício na Ladeira Cel. Alves da Mata, na Gruta de Lourdes, assustou quem circulava na região e deixou o trânsito lento.

Trecho interditado na Ladeira Cel. Alves da Mata. Foto: Jorge Farias/Alagoas 24horas

Também na Gruta de Lourdes, um deslizamento atingiu casas na Grota Santo Amaro. Nas imediações da Ladeira da Moenda, uma ponte improvisada pela Prefeitura desabou e deixou moradores da comunidade ilhados.

Alagamentos foram registrados em diversos pontos da cidade, como no Mercado da Produção, na Levada; na Avenida Fernandes Lima e imediações, no Farol; em diversas ruas da Ponta Verde; no Prado e na Cambona. Veja imagens:

No interior, as consequências da chuva levaram os municípios de Penedo e Barra de São Miguel a decretarem situação de calamidade. Arapiraca e Roteiro estão em situação de emergência.

Municípios como Marechal Deodoro, Atalaia, Rio Largo, Boca da Mata, Murici, Branquinha, Jacuípe, Feliz Deserto, Igreja Nova e União dos Palmares registraram diversos trechos de alagamento e transbordamento de rios e riachos. Além disso, os municípios banhados pelo Rio Mundaú estão em estado de alerta.

Estradas por todo o Estado ficaram interditadas por causa de deslizamentos e pontos de alagamento.

Uma sala de Alerta foi montada pelo Governo de Alagoas no Corpo de Bombeiros para monitorar as ocorrências. A Sala de Alerta da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) também está fazendo o monitoramento das ocorrências das chuvas em todo o Estado, emitindo alertas meteorológico e hidrológico. Segundo o chefe da Sala de Alerta, Henrique Mendonça, nas últimas 24 horas a média de chuvas foi entre 150 mm a 200 mm, principalmente nas regiões da Zona da Mata e Litorânea.

alagoas24horas



Enquete
Classifique de 0 a 05 a nota que você dá ao trabalho SAAE de União dos Palmares
Total de votos: 5
Google News