26/10/2021 08:47:05

Acidente
10/09/2021 09:00:00

Alagoas registra mais de 5 mil picadas de escorpião no primeiro semestre de 2021

Em 2020, os total de pessoas picadas pelo aracnídeo foi 10.012, sendo 5.096 apenas nos primeiros seis meses


Alagoas registra mais de 5 mil picadas de escorpião no primeiro semestre de 2021

Alagoas registrou 5.055 casos de picadas de escorpião no primeiro semestre de 2021, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (9), pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), e colhidos pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), do Ministério da Saúde (MS).

Em 2020, o total de pessoas picadas pelo aracnídeo foi 10.012, sendo 5.096 apenas no primeiro semestre. Na comparação com este ano, a quantidade no primeiro semestre reduziu 0,80%.

Referência no atendimento em Alagoas, o Hospital Escola Dr. Helvio Auto contabilizou, até o momento, 2.074 atendimentos em 2021. O mês com mais registros foi agosto, seguido por junho e fevereiro, respectivamente.

No ano passado, o hospital somou 2.656 atendimentos, tendo fevereiro como o mês com mais casos: 261. Os meses de outubro e janeiro aparecem com 257 ocorrências. O menor foi em maio, com 157 picadas.

Segundo o médico infectologista Fernando Maia, em caso de picada de escorpião, a pessoa deve procurar atendimento médico, já que o tratamento exige a aplicação de um soro específico, que só é encontrado em hospitais de referência.

Na madrugada desta quinta (9), uma menina de três anos morreu após ser picada por um escorpião, em Matriz de Camaragibe, no interior de Alagoas. De início, a vítima foi conduzida ao Hospital Municipal Luiz Arruda, mas, devido à gravidade da situação, foi encaminhada ao Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió.

Chegando na unidade de saúde às 23h05, segundo nota, a criança apresentava quadro de saúde considerado como "muito grave". Devido à picada do escorpião, a criança desenvolveu um edema agudo de pulmão e não resistiu.

Maia alertou que idosos e crianças apresentam mais facilidade para desenvolver casos graves. "Em caso de picada de escorpião, é fundamental procurar atendimento médico o mais rápido possível. As crianças pequenas, principalmente idosos, que tem doença cardíaca, pressão alta e doença do coração, têm a tendência de fazer formas mais graves."

https://www.gazetaweb.com/ 

 




Enquete
Você concorda com a mudança da feira livre de União dos Palmares para a margem da BR-104?
Total de votos: 343
Google News