24/09/2021 15:54:07

Política
02/08/2021 13:00:00

Candidatura de JHC ao governo de Alagoas ganha força com “expectativa de vitória”

Prefeito de Maceió é o principal nome de um grupo que tem tamanho na política de Alagoas


Candidatura de JHC ao governo de Alagoas ganha força com “expectativa de vitória”

O prefeito de Maceió, JHC (PSB), vem sendo apontado como favorito numa eventual disputa ao governo em 2022. De acordo com informações veiculadas pelo jornalista Edivaldo Júnior, apesar do silêncio publicamente, nos bastidores JHC tem conversado sobre a possibilidade de candidatura com políticos importantes e até mesmo com grupos adversários.

Ainda segundo o jornalista, um interlocutor revelou ao blog que JHC quer saber o que parlamentares, prefeitos e vereadores pensam de uma eventual candidatura dele ao governo. Além disso, ele vem sondando quem pode ficar com ele, quem pode formar as chapas majoritárias e proporcionais ao seu lado.

“Ninguém se nega a falar com o JHC hoje. A expectativa de poder ajuda demais o prefeito. Muitos deputados, prefeitos e vereadores acham que ele vai ganhar. E isso ajuda na montagem de palanques competitivos”, aponta o interlocutor.

JHC é o principal nome de um grupo que tem tamanho na política de Alagoas. Além da prefeitura da capital, que representa um terço da população de Alagoas, tem senador, deputados federais e estaduais.

O prefeito também lidera as pesquisas hoje, o que tem ajudado a abrir conversas – e possibilidade de aliança – até mesmo com políticos que hoje estão nos grupos de Renan Filho (MDB), Arthur Lira (PP) e Marcelo Victor (SDD).

Pedras no caminho


A decisão de deixar a prefeitura e disputar o governo não será – apesar do cenário favorável hoje – fácil para JHC. Ele tem obstáculos fora e dentro de “casa”.

O candidato “natural” do grupo ao governo é Rodrigo Cunha (PSDB). O senador contratou marqueteiro e reforçou a assessoria de comunicação para tentar se viabilizar como candidato à sucessão de Renan Filho. Hoje chega a liderar pesquisas, ainda que em situação de empate técnico, quando o nome de JHC não aparece entre as opções.

Apesar da aprovação de sua gestão, o prefeito pode sofrer desgaste nos próximos meses, em função das dificuldades de caixa da prefeitura – que ele tem conseguido driblar com uma ação pessoal muito forte e um marketing inteligente.

O seu principal adversário hoje na política, o governador Renan Filho, segue bem avaliado, com muito recurso em caixa e ainda só deve decidir se deixa ou não o governo para disputar algum cargo em 22 no último minuto. A posição do governador pode ser, na avaliação de alguns analistas, um complicador para JHC.

Em tese, há quem acredite que JHC não deixa a prefeitura se Renan Filho ficar. Em tese. João Henrique tem conseguido surpreender a cada eleição. Até agora… Em 22, pode repetir Cícero Almeida e Rui Palmeira que deixaram o cavalo passar selado. Pode também se inspirar em João Dória, que foi eleito governador de São Paulo, deixando o primeiro mandato de prefeito da capital pela metade. Nem o próprio JHC tem a resposta agora.

Por Redação com Blog do Edivaldo Júnior 

https://www.jornaldealagoas.com.br/ 



Enquete
Você concorda com a mudança da feira livre de União dos Palmares para a margem da BR-104?
Total de votos: 133
Google News