04/12/2020 14:26:43

Meio Ambiente
09/10/2020 07:00:00

Onda de calor deve invadir AL e provocar altas temperaturas no fim de semana


Onda de calor deve invadir AL e provocar altas temperaturas no fim de semana

Uma onda de calor deve atingir Alagoas neste fim de semana. O alerta veio do Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites (Lapis) da UFAL, que afirmou que o índice de calor pode chegar a mais de 40ºC em alguns municípios do Estado. 

De acordo com o professor Humberto Barbosa, coordenador do Lapis, há um avanço de uma massa de ar seco e quente que já atua na região central do país. Ela vai chegar ao Nordeste nesta quinta-feira e intensificar as altas temperaturas no fim de semana.

"A gente fala em índice de calor porque é a forma mais precisa para estabelecer. O termômetro não mede sensação térmica, é um instrumento de medição física, então há um outro ingrediente, que é a temperatura que ele estima e a umidade relativa do ar, esses dois fatores determinam o índice de calor", explicou em entrevista ao programa Cidade Alerta Alagoas, da TV Pajuçara.

 

"O alerta que foi colocado desde o início da semana em vários municípios do Brasil e a partir desta quinta há um avanço dessa onda de calor pela região Nordeste. A partir de sexta, mais especificamente no sábado e no domingo, as altas temperaturas e a baixa umidade relativa do ar vão ficar mais intensas principalmente na região do interior de Alagoas", destacou Barbosa.

Em um mapa apresentado pelo laboratório é possível observar a parte vermelha que cobre Alagoas. Segundo o professor, todos os municípios vão apresentar aumento no índice de calor, e em alguns deles, a temperatura pode chegar a 42ºC.

"Os tons em vermelho representam exatamente a intensidade dessas ondas, das altas temperaturas, que vão atuar na região. Há uma tendência de chegar acima de 35ºC facilmente e alguns municípios do interior acima de 40ºC", alertou.

"Vamos ter ventos fortes no Litoral a partir de sábado, isso ameniza um pouco, mas a tarde, para quem está no interior, ou Sertão ou Agreste, a temperatura pode chegar acima de 40ºC. A umidade relativa do ar é muito baixa nessa época, em função também das condições de poluição do ar", acrescentou o professor.

Barbosa salientou ainda que as altas temperaturas provocam desconforto, já que o ser humano não está adaptado a encarar temperaturas acima do que o corpo mantém constante. "As pessoas mais vulneráveis são os idosos, as crianças, então é tentar evitar ao máximo a exposição ao sol, principalmente no período da tarde, quando se registram as máximas temperaturas. É fundamental que as pessoas bebam água", finalizou.

TNH1



Enquete
Você acha que as eleições de 2020 foram fraudadas no Brasil?
Total de votos: 147
Google News